Um ministério de jovens que tem despertado a juventude cristã brasileira para servir à Igreja Perseguida.

Somos um movimento de jovens comprometidos com Deus e com sua palavra. Somos a voz que conta a história de milhões de pessoas ao redor do mundo que são perseguidas por seguirem a Jesus. Somos jovens que oram pelos cristãos perseguidos e se colocam no lugar deles. Somos pessoas desafiadas pelo evangelho e dispostas a impactar a igreja brasileira. Somos um só corpo, e quando um membro sofre, todos os outros sofrem com ele (1Co 12.26).

Faça parte do underground. Use sua liberdade em favor da Igreja Perseguida!

Setubas

BannerTopo Setubas

É o sinal que muitos voluntários do underground fazem com a mão. Palma da mão direita virada para frente, dedo polegar segurando o anelar e os demais dedos da mão levantados. Consegue fazer? Sabe o que esse gesto significa? Ele tem fundamento na história da igreja cristã, encontrado nas mais antigas pinturas que mostravam o "Pantocrator", icone atribuído à figura do Cristo Deus. Nas imagens, Cristo aparece com a mão direita fazendo esse gesto de benção. Sacerdotes da Igreja Bizantina utilizavam o sinal para abençoar os fiéis.

O objetivo do UG é unir jovens em prol da causa da Igreja Perseguida. Jovens que sejam benção para essa igreja e jovens que sejam abençoados por ela. Portanto, SETUBAS significa Sê Tu Uma Benção!

Mas SETUBAS também significa como os jovens do underground devem viver:

Santidade – Vivemos para ser diferentes em nossa fé e moral, crendo em todos os ensinamentos e nos esforçando para seguir todos os mandamentos de Cristo revelados na Bíblia.

Excelência – Fazemos o nosso melhor, nunca nos acomodamos com resultados inferiores, sempre procurando superar nossas próprias limitações.

Transparência – As pessoas têm acesso total e fiel às informações de projetos, atividades e integrantes envolvidos com o underground.

Unidade – Cremos que o Corpo de Cristo deve ser unido. Também pregamos a absoluta igualdade entre as pessoas. O maior bem que temos são os relacionamentos que cultivamos. É nele que investimos nosso tempo, amor e trabalho.

Boa vontade – Baseando-se no princípio da união, entendemos que cada indivíduo deve ser tratado como o mais importante de todos: Jesus Cristo.

Abdicação – Assim como Cristo e os cristãos perseguidos, devemos estar prontos a negar a nós mesmos em prol de Deus e do próximo.

Serviço – devemos estar prontos e dispostos a servir a Deus e ao outro. Esse espírito de servidão deve permear desde as "maiores" até as "menores" atividades.